4 design trends for 2019

Aqui no Lolla somos influenciadas pelas trends de design todos os dias. Nosso olhar capta, filtra, edita e aplica tudo que faz sentido para o nosso lifestyle, para quem lê o Lolla e faz dele uma fonte aspiracional. Sem perceber, você provavelmente já foi impactada por algumas dessas tendências de design. É legal saber o que veio pra ficar, pra usar como referência no trabalho, no lançamento de uma marca ou no decor da sua casa.  Maria Ruth Jobim, designer, ilustradora e founder do MR Jobim Studio listou as principais tendências pra gente ficar de olho:

4 DESIGN TRENDS FOR 2019

As camisetas da nova coleção da Sezane, com a fonte Cooper Black

As camisetas da nova coleção da Sezane, com a fonte Cooper Black

1970s Bookman Serif Revivals: Mesmo que você não conheça este estilo de fonte pelo seu nome, você provavelmente interagiu com ele nos últimos tempos. Este estilo surgiu com os tipógrafos da Renascença no século 15, substituindo o estilo gótico utilizado anteriormente. Uma das características deste estilo, são os pesos com baixo contraste, baixa altura x, variação entre as alturas dos numerais, entre outras. O retorno deste estilo é visível através das inúmeras fontes inspiradas nele que vem surgindo e marcando sua presença em marcas, sites e redes sociais. Como a que já se tornou quase clássica, Cooper Black.

Image credits: Pinterest

Image credits: Pinterest


Mixed materials já no universo do design de interiores, cada vez mais tenho reparado a mistura de materiais como protagonistas. Como, por exemplo, metais frios com texturas aveludadas. As cores bold mas ainda sóbrias também entram neste jogo. Eu culpo a nossa redescoberta das french girls por isso.

Ban.do Wellness Planner

Ban.do Wellness Planner

Stationery planners que extrapolam o mundo das agendas. Bem, este foi o meu projeto quando quis propor o Planner MR. (Confesso que ainda busco um nome mais interessante para o lançamento de 2020). Mas, sejamos sinceras, muitos dos planners que temos hoje no mercado brasileiro são agendas com nomes repaginados. A minha proposta foi criar um produto que lhe fizesse refletir. Te fizesse dar um novo olhar ao lado pessoal, profissional e emocional. Logo, que se assemelha mais a um journal (o famoso diário) do que a uma agenda em si. Se quero lembrar de um evento, eu uso o calendário do celular. Nas papelarias de fora, já vemos muito material que tenha um proposta particular, focando em âmbitos diferentes da vida e que levam a reflexão. Por exemplo, o Wellness Planner da Shop Ban.do ou o Happiness Planner .



Um bom momento para os ilustradores! As ilustrações no estilo flat design, com a estética do vetor e extremamente digital está dando espaço para ilustrações mais orgânicas. Ainda com traços limpos e minimalistas, mas traços mais naturais, fluídos e orgânicos, lembrando as ilustrações da Era Pós-Segunda Guerra Mundial. Da mesma forma, vemos cada vez mais a presença da ilustração ativista. Onde temas como representatividade estão sendo cada vez mais debatidos. Vejo isto por experiência própria. Recebo muitas mensagens pedindo por mais cabelos. Não só mulheres de cabelo liso, mas também meninas cacheadas, crespas etc. E, tenho me esforçado para trazer isto para o meu consciente enquanto estou criando. Além disto, a ilustração vem ganhando mais espaço e voz. Cada vez mais vemos grandes empresas e Start-Ups apostando neste meio de comunicação para atingir o seu consumidor. Com isto, é possível notar um boom de ilustradores nas Redes Sociais tentando traçar a sua própria jornada.


View this post on Instagram

I ended up painting this morning's drawing

A post shared by Violeta Noy (@violetanoy) on

Write here…

View this post on Instagram

@naifstyle ❤️

A post shared by Isabelle Feliu (@isabellefeliu) on







OTHER STORIES