A gente amou o rosa e dourado do Badebec da Casa Cor 2017

casa-cor-17-rest-badebec.jpg

Aqui no lolla estamos sempre em busca de um decor inspirador. O Badebec, um restaurante da Casa Cor desse ano, parece que saiu de um cenário do filme Midnight in Paris do Woody Allen. Só os lustres da Ana Neute - designer que a gente ama, parecem que foram feitos para estarem lá. O projeto do Badebec foi planejado pelo 242 Studio, escritório de arquitetura da Patrizia Genovese e do Guilherme Longo. Quem curte um dourado no decor como a gente sabe como é difícil encontrar referências no Brasil. Uma tendência super forte lá fora junto com qualquer coisa com veludo, dá uma olhada no Pinterest do lolla, mas que aqui ainda não achou o seu lugar por aqui.

Pedimos para o Guilherme falar um pouco do projeto pra gente:

“O processo de desenvolver os móveis com a Breton veio extamente da falta que sentíamos de móveis como vemos nas feiras como a de Milão, com detalhes dourados e antenados com as tendências internacionais. A Breton tem móveis lindos de linha, mas queríamos algo específico, que realizasse mesmo o que tínhamos em mente para o projeto, por isso usamos do departamento de desenvolvimento da Breton que atende a Breton Corporativo, um setor que estamos acostumados a lidar em virtude dor projetos de hotelaria.

Com esse setor demos algumas amostras e desenvolvemos juntos, até fazendo visitas à fábrica, os detalhes dos acabamentos. Foi incrível poder estar lá no local de produção e escolher exatamente essas fitas de latão dourado que ficam nas laterais das mesas, acompanhando todo o processo para entender como esse acabamento abraçaria a madeira e o vidro colorido do tampo.”

Impossível não pensar no Sketch, o pink restaurant de Londres, com essas cadeirinhas de veludo rosa.

A Casa Cor termina nesse domingo, dia 23. Corre que ainda dá tempo!