Brand Crush: Lingua Franca, de cashmeres bordados

000066530005-e1485135340570.jpg

Sabe aquela ideia que você queria muito que fosse sua? Acho que a Lingua Franca é a marca mais cool do momento. A founder, Rachelle Hruska MacPherson comanda um site de mídia e começou a Lingua Franca sem pretensão nenhuma. Um dia ela resolveu bordar "Booyah!" em um sweater de cashmere e postou o no Instagram, um monte de gente começou a fazer pedido e aí surgiu a marca.

love her style

Como ela mesmo disse em uma entrevista para o site da Tory Burch, os melhores business são os que começam meio que naturalmente, sem intenção de ser um business. Quando você já faz alguma coisa na sua vida que naturalmente vira um business sabe? Isso parece que faz todo sentido, principalmente para business criativos e hands-on, como bordar.

O timming para a Lingua Franca virar hype foi perfeito. Bordado nunca esteve tão em alta, dei dicas de várias marcas bacaninhas que fazem bordado nesse post e a Rachel é super criativa com as frases que ela borda, ela diz que é influência do hip hop e de todo o cenário político americano com as eleições - by the way, a marca é super pro Obama e contra o Trump, alinhada comigo e com o Lolla. O Lolla é meu blog, escrevo em primeira pessoa, então acho que é uma obrigação me posicionar com o que é relevante para o mundo.

Esse sweater bordado com "i miss barack" tem metade da renda revertida para instituições anti-Trump. Achei uma iniciativa genial. Eles podem ser encomendados direto pelo email da marca info@linguafranca.nyc por US$400. É caro, mas cashmere é caro. Aqui no Brasil, um cashmere pode custar até R$2500 de marcas nacionais, tipo Cris Barros e Daslu e com certeza são de qualidade inferior ao da Lingua Franca. Os modelos de linha são vendidos no Net-a-porter por US$360.

SHOP

Eu adorei esse post que ela fez explicando como lavar seu cashmere. Eu sempre pensei que o certo seria lavar a mão ou lavanderia, segundo ela, lavanderia jamais - faz sentido porque eles usam produtos químicos para lavar as nossas coisas para realmente limpar nossa roupa, então dá a falsa ilusão que coisas mais "finas" precisam ir pra lavanderia. Acho que só se for uma lavanderia especializada, mesmo assim, não no caso de cashmere. Anyway, ela ensina a lavar a mão com um sabão especial e água morna e enxaguar em outro balde com água morna. Depois enrole em uma toalha de praia grande e aperte (não é pra torcer) pra tirar o excesso. Daí é só deixar secar em uma superfície lisa. Nesse link você pode comprar produtos específicos para lavar seus cashmeres, da marca de sabão mais charmosa que já vi, a The Laundress.

STYLEby Rosa Zaborowsky