Detox Your Closet

Você já deu adeus para o que não te representa mais?

Hã? Como assim?

Veja bem, se você for analisar peça por peça do seu armário, como será? Todas lhe representam?  Todas combinam com a vida que você leva?

“ Oh, lógico ! Esse casaco posso precisar um dia, esses saltos fazem alguns anos que não uso, mas pode aparecer alguma festa...”

Veja bem, o interessante é ter roupas para uma vida que se leva AGORA. Não para uma vida que já passou, ou, para uma que ainda nem chegou!

Todas temos peças que amamos, mas, pode sim chegar  o momento em que elas não irão fazer mais sentidos em nossas vidas, e aí, temos que saber reconhecer.

Um exemplo?

Eu já tive muitos saltos ,sim, já fui uma garota de saltos, finos e altos, aos poucos fui abrindo mão deles, não se encaixavam mais em momentos da minha vida,  eles não me representavam mais e fui aceitando que eu não era mais aquela garota dos saltos, enxerguei que minhas prioridades estavam mudando e aceitei. Foi um processo lento e longo, eles não saíram todos de uma vez, alguns ficaram um bom tempo só decorando o closet.  Eu confesso que olhava pra eles e lembrava de histórias vividas, pois sim, nossas roupas contam nossa história,e, às vezes nos apegamos a isso quem sabe. É como se aquela peça se tornasse uma parte de nós,mas, será? Pois aí, estaríamos nós nos apegando a coisas e não apenas as  lembranças de momentos vividos ? Qual o sentido de se apegar à uma peça que lhe lembra algo bom mas que não se encaixa mais no seu dia à dia? E o momento que foi vivido estará para sempre na sua lembrança, não estará ? Se não tem ocasião nem vontade de usar essa peça porque não a deixamos partir para  fazer outra pessoa feliz?

É um processo lento aprender a olhar cada peça e se perguntar: Combina com a vida que eu levo?  Ainda me representa?

E se a  resposta for não, saber dar adeus com convicção e não sentir falta!

*em tempo: se ainda tivesse aqueles  saltos , não sei o que estaria fazendo com eles em uma cidade praiana e trabalhando home office.