Women Behind The Brand | Nicole Salvia, founder da Misses Brownie

fashion_brownies.jpg

Sabe aquela pessoa que te deixa empolgada quando encontra? Sempre pra cima, com um auto-sarcasmo na medida que te deixa super a vontade, focada e mega trabalhadora além de estar sempre I.M.P.E.C.A.B.L.E. A história da empreendedora que largou uma carreira na Dior para investir no business de brownies com a mãe e que nesse meio tempo ainda mergulhou em uma dieta em que perdeu quase 20kg e está mais deusa do que nunca. Nico, you rock!

misses_brownie

Misses Brownie

A mãe da Nicole, um dia escorregou na receita do brownie da Tia Edith e acabou conquistando o João Dória em um dos jantares que os pais faziam em casa para receber o pessoal do LIDE (Grupo de Líderes Empresariais comandado pelo João). Ele acabou virando mentor de uma idéia que hoje é comandada pela Nicole e pela Silvana Salvia, mãe da Nico. A Misses Brownie, marca do brownie mais cremoso do Brasil (gente, o de doce de leite é tipo paraíso em formato de brownie) cresceu e hoje já tem ponto de venda no Shopping Cidade Jardim e no Shopping Villa Lobos e é presença garantida em todo evento bacana de São Paulo.

 misses_brownie_thelureA Nicole (a direita) com a mãe Silvana e as meninas da Misses Brownie no desfile de verão da Thelure                          

Tudo começou em um inverno em Campos do Jordão quando a família inteira foi posta pra trabalhar vendendo brownies no Shopping Market Plaza em uma bicicleta super charmosa.

A Nicole chamou uma amiga da escola pra desenvolver toda a comunicação visual da marca, a designer que a gente ama Karen Hofstetter. O negócio entrou no ritmo e a Nicole tava começando a considerar trocar uma carreira sólida no mundo da moda pelo empreendedorismo.

Naquela época ela já tinha passado pela FIESP, Nestlé, Gola e Thelure e agora era gerente de marketing da Coach. Quando surgiu uma mega oportunidade e a Nico foi chamada pela House of Dior para ser gerente de marketing do Brasil! Quem fala não para Dior? Ninguém que a gente conhece.

Foram dois anos na frente do marketing da marca, trabalhando com uma equipe incrível, muitas viagens pra Paris e muito hard work. A Nicole é daquelas que vestem a camisa (literalmente, o guarda roupa dela é lotado de Thelure, Coach e Dior) e se apaixonou pelo Dior. Até o dia que a Misses Brownies e a vontade de empreender falou mais alto. Trabalhar em uma marca high luxury é uma experiência incrível, mas como a sede não fica no Brasil, a equipe daqui não fica a frente das decisões estratégicas de branding e marketing, é como trabalhar com conteúdo replicado e adaptado ao mercado. Foi quando a Nicole se deu conta de que sua “capacidade criativa não era exercida” e partiu para ajudar a mãe na Misses Brownie.

Além disso tudo, a vontade de ter filhos e ficar mais perto do marido falou mais alto. O problema é que quem tem perfil empreendedor não sossega nunca, muito menos quando dá o primeiro passo. E a visão de que empreender dá pra ter mais tempo pra família é meio ilusória, depende muito do mercado e estrutura do negócio. A Misses Brownie exige muito da Nicole que toca a comunicação e o marketing e da Silvana que comanda a produção e que está só começando. É incrível conversar com gente que tem brilho nos olhos e um plano incrível para o futuro.

 Screen Shot 2015-09-21 at 5.38.55 PM

A Nico fez um Q&A deu umas dicas pra quem está no começo da carreira:

Q. Qual conselho você daria para a Nicole de 20 anos?

A. Que ela aproveitasse todas as experiências profissionais e pessoais para crescer, que não tivesse medo de se arriscar em um projeto novo e que não tivesse medo de errar e aprendesse dos erros para amadurecer. Que sempre confiasse na sua capacidade mesmo que os outros não acreditassem nela, é importante se arriscar e propor novas ideias, o mundo corporativo está cheio de profissionais que não se arriscam e vão pelo mesmo caminho que os outros, esses nunca vão crescer dentro de uma empresa, acho que por isso que eu acabei conseguindo muitos dos trabalhos que conquistei.

Q. E como você começou no mercado de trabalho e conseguiu esses jobs incríveis?

A. Comecei na Nestlé como estagiária, mas nunca fui uma funcionária muito tradicional, minha chefe na época já dizia: “ Que estagiária chique que vem de sapato Prada trabalhar, hahaha” Desde aquela época em me interessava muito por moda, já comprava todas as revistas nacionais e internacionais e acompanhava as semanas de moda, gostava muito de ler matérias sobre as estratégias de marketing das grandes marcas que estavam entrando no país e participava de seminários sobre o tema. Estando na Nestlé vi que o mundo corporativo não era aonde eu queria crescer profissionalmente e o Beto um amigo meu estava trazendo uma marca de Sportswear de Londes, a Gola, e me chamou para ajudar ele a estruturar a marca e tocar a parte de Marketing e eu topei o desafio. Começamos tudo do zero, a marca não tinha operação no Brasil ainda e fizemos tudo desde a parceria com a Mini Cooper até a inauguração da primeira loja no Brasil no Shopping Morumbi. Depois trabalhei na Thelure marca nacional incrível de 2 super amigas minhas que tem uma pegada fashion e jovem e na época a Coach, marca de acessórios de NY estava vindo ao Brasil e procurando uma gerente de Marketing e me chamaram para estruturar a área e montar a estratégia com o escritório de New York antes deles abrirem as primeiras lojas no Brasil. Foi uma experiência incrível, viajava muito a NY pelo trabalho, fazia a parte de Marketing, Mídia , PR e até ajudava na compra da coleção. Nesse período já conhecia a diretora geral da Dior no Brasil e um dia quando estávamos tomando um café ela me comentou que a vaga de gerente de marketing estava aberta e se eu não teria interesse em me candidatar pois tinha o perfil. Quem diz não a Maison Dior? Na hora mandei meu CV e fiquei super ansiosa. Mas ninguém nunca me retornou, então achei que realmente não era meu momento e continuei minha trabalhando na Coach, marca na qual acreditava e adorava trabalhar. Depois de 3 meses me procuraram pela Dior e em poucas semanas já estava em Paris fazendo um treinamento para assumir a área de Marketing no Brasil. Foram meses intensos, a marca estava passando por uma restruturação mundial, o novo diretor criativo acabava de assumir, a loja da Haddock Lobo ia fechar e íamos abrir uma loja nova no Shopping Cidade Jardim. Em menos de 2 meses tive que organizar um exposição e evento para 800 pessoas sobre a icônica bolsa Lady Dior e receber o presidente mundial da Dior com uma comitiva de 30 pessoas de Paris, foram meses intensos de aprendizado e os 2 anos que vieram a seguir que trabalhei na Maison foram incríveis e inesquecíveis.

Q. Você tem alguma girl crush no mundo do trabalho?

A. Essa pergunta foi a mais difícil até agora, tive que pensar muito para responder mas acho que quem admiro no mundo de trabalho que construiu muitas coisas e teve muitas dificuldades foi a Oprah, fiquei impressionada com a história de vida dessa mulher que teve que fugir de casa aos 14 anos pois sofria abusos, e durante a vida teve vários momentos difíceis e de muito sofrimento, ela hoje tem uma das maiores fortunas dos EUA e tem até canal de televisão próprio, mulher admirável, girl power!!

Q. Conta como foi ser chamada para servir os seus brownies no lançamento da coleção da Kim Kardashian?

A. Foi incrível, sempre acompanhei a Kim e todas as Kardashians, acho ela um fenômeno do marketing pessoal, por mais que muitos a critiquem ela tem seu mérito por ter chegado lá e sou uma grande fã dela, por isso foi um grande privilégio para Misses Brownie participar de um evento que teve tanta cobertura nacional e internacional de mídia assim como ter a presença da Kim a qual eu ainda pude conhece e tirar a famosa selfie com ela! E ela amou os brownies lógico!

Q.Tem dica de algum livro de empreendedorismo ou de inspiração?

A. Minha grande inspiração foi o livro “ Sonho Grande” que conta a história do Marcel Telles, do Beto Sicupira e do Jorge Paulo Lemann e como eles começaram a empreender para hoje serem os donos da maior cervejaria do mundo e um dos homens mais ricos do mundo, mas só não por isso e sim pela forma como eles trabalham pela meritocracia e pela humildade e simplicidade dos 3, são admiráveis e recomendo muito a leitura para quem quer empreender. Outro que li recentemente que adorei foi o do Nizan Guanaes “ Enquanto eles choram, eu vendo lenços” sobre como ele começou a carreira dele cheia de dificuldades e como enfrentou elas e nunca deixou se vencer por nenhuma barreira e hoje é o maior publicitário do Brasil, a maneira como ele lidou com os problemas é fantástica vale a pena ler!

Q. Conta um pouco do seu dia? E como você consegue estar sempre impecável?

A. Meu dia a dia é uma loucura, sempre tento ir no atelier da Misses Brownie no período da manhã coordenar a semana, os eventos , ter reunião com a equipe e ver a produção da semana. Normalmente a tarde tenho muitas reuniões para prospectar clientes e depois no final do dia tenho eventos que vou ou como convidada ou como contratada, então tenho que sair de casa sempre arrumada, levo sempre um sapato de salto alto no carro e tento fazer uma escova e a mão quase sempre na hora do almoço. Quando vou como convidada levo sempre amostras de brownies na bolsa para aproveitar as oportunidades e vender também para as empresas e pessoa que faço relacionamento. Quando faço eventos que somos contratados como Misses Brownie tenho muitas vezes tenho ficar o tempo inteiro no evento até acabar e depois desmontar então vou dormir muito tarde, o que acaba sendo cansativo então a maquiagem e o cabelo tem que estar sempre em dia para ajudar nessas horas, muitas vezes levo a sapatilha pra trocar pelo salto novamente pois não aguento o evento inteiro em cima dele. Não existe segredo para ficar arrumada uma boa escova e um look bacana – a dificuldade é achar tantos looks para tantos eventos- e uma ótima maquiagem e quando estou com a cara cansada uso muito batom vermelho que dá um up no visual ( recentemente tenho usado muito).

Q. Qual seu emoji favorito?

A. O do macaquinho fechando os olhos e a boca, tenho até um loafer da Blue Bird shoe com ele impresso hahaha!

Q. E o brownie?

A. Com certeza meu brownie favorito é o de chocolate branco com doce de leite, não sou tão chocólatra por incrível que pareça e sempre amei chocolate branco então essa combinação para mim é perfeita e super suave e gostosa, e no potinho então que dá pra comer de colher ele fica irresistível, não da pra comer um só!

Follow a Misses Brownies no Insta @missesbrownies 

Credits: @missesbrownies
interviewsRosa Zaborowsky