Five Things: por Helena Vilela Depois de um Ano em Boston.

Eu não sou consumista, e isso vocês já sabem por conta de um dos meus primeiros posts aqui “Porque Me Conscientizar Sobre Consumo Foi Melhor Do Que Quando Fiquei Um Ano Sem Compras”. No entanto, devo confessar que trouxe comigo umas mudanças que acabaram por me influenciar e muito. Viajar (ainda) mais leve, um cuidado maior com a pele por conta do frio, conforto nos pés para a correria e o sobe e desce de escadas da biblioteca… fones de ouvido sem fio para aqueles momentos no qual vc precisa de um descanso.. e por último, um novo perfume. Não sei vocês mas acredito que algumas fases exigem mudanças como cortes de cabelo e perfume e devo assumir, esse novo é o que mais combina comigo.

IMG_5036.JPEG

1- Para carregar o mundo é a Longchamp

O tipo de compra que eu me perguntei: Como eu nunca fiz antes?

Confesso que consegui colocar 7 outfits na versão média da bolsa, com tudo que precisa para um final de semana prolongado em Nova Orleans. Me surpreendeu e muito! Mas não apenas como bolsa de viagem mas também como bolsa de trabalho, e como prevenção de emergência, colocando dentro da carry on ou até dentro da mochila. É water repellent, e esse foi o primeiro motivo que me convenceu a compra-la (encaramos até uma tempestade de neve juntas hehe) uma bolsa para todos os climas e atividades.

five-things-travel-edition-lolla-korres.jpg

2- Para me proteger

Uma mágica acontece no meu rosto toda vez que eu uso creme antes de dormir! Comprei esse 3 em 1 Korres por acaso numa daquelas lojas de departamento gregas e não largo mais. Difícil saber onde encontrar outro que não no Ebay… mas pelo que vi existe no Brasil uma versão dele mas com outro aroma - de leite, se não me engano. Usava ele toda noite e o hidratante da The Ordinary todas as manhãs, e aí vem a surpresa, como ele não é tão líquido, eu me apaixonei na hora, pois precisava passar e sair em temperaturas abaixo de zero, sua consistência me ganhou por não ser pegajosa e espalhar de forma bem suave.

IMG_4963 copy.jpg

3- Conforto conforto conforto

Com essa surpreenderei muita gente rs. Durante a estadia em Cambridge, andei uma média de 10km por dia, subi muitas escadas (ufa, cansei só de lembrar!) e corri também, por atraso ou por outros motivos. Sendo assim, os tênis, que eu só calçava para ir até à aula de Yoga, viraram um grande aliado. Com paisagem charmosa e buscas constantes entre bibliotecas e bons café, busquei aliar conforto e praticidade. O modelo que mais me encantou foi um da linha Studio da Keds. Lembram da Keds? Melhor do que andar descalço, confesso. Com calça, com camisa social ou vestido… aprendi a ser confortável.

five-things-lolla.jpg

4- Perfume Chloe

Alguns trazem souvenirs, eu gosto de mudar meu perfume após grandes viagens. Talvez inspirada pela frase de Chanel: “Uma mulher sem perfume é uma mulher sem destino”. A história por trás desse é engraçada, fui a uma loja e comentei com a vendedora que estava apaixonada por uma essência Jo Malone mas que ela não me definia tanto quanto a combinação que eu usava há quase 10 anos. Ao mencionar isso, ela me fez algumas perguntas inusitadas, como: “O que você gosta?” E “Como se sente?” O resultado foi a paixão ao primeiro “espirro” com o Nomade, de Chloé. A propaganda me deu arrepios quando vi.. é justamente sobre mulheres que se dispõe a explorar o mundo.

five-things-lolla.jpg

5- Ouvir

Ganhei um fone de ouvido desses que chamam a atenção.. e eu, discreta como sou não queria usá-los por nada, até descobrir como poderia ser legal desfrutar de um momento diferente com eles. Dessa forma adquiri um novo hábito que foi o de ouvir audiobooks e podcasts, além de muita música, é claro! Embora a maioria deles fale sobre viagens (acho que preciso de um novo hobby, pois esse já virou trabalho haha) descobri outros que me fizeram muito feliz. Destaque para o audiobook “A Return to Love” de Marianne Williamson e para os podcasts que eu AMEI (re)descobrir, seja os de Cheryl Strayed (Dear Sugar - o episódio Location, Location, Location é o meu preferido!) ou os de Liz Gilbert (Big Magic) e sua entrevista para o linked in. (Hello Monday - Career versus Calling).