Game of Thrones Aficcionados: Winter is Coming… to an End!

by Verônica Mendes

Há dois anos atrás, fiz uma viagem de carro partindo de Barcelona com destino à Marseille. No caminho, uma cidadezinha foi parada obrigatória. Girona, no sul da Espanha, tem mais de dois mil anos de história e ficou conhecida por suas construções medievais que se tornaram palco de algumas temporadas de Game of Thrones. A série com suas locações belíssimas espalhadas pelo mundo, fez com que uma passadinha por Girona, fosse no mínimo tentadora. 

Após um longo hiato, a série da HBO está de volta. A combinação de um roteiro baseado em arquétipos políticos e uma mitologia própria com passado e futuro, a série criou um fenômeno que voltou a reunir amigos diante da TV nos domingos à noite, um vislumbre do eram os finais de novelas anos atrás.

Com trilha sonora de Ramin Djawadi, diálogos sagazes e efeitos especiais de tirar o fôlego; a série chega ao fim com um legado já estabelecido. Game of Thrones se despede como um fenômeno cultural da TV.

Além do impacto social, os números também são grandes: 47 emmys, record de audiência e pirataria (a série mais pirateada da história) e a venda do livro da saga ultrapassando 90 milhões de cópias no mundo. Gravada na Grã-Bretanha, Islândia, Malta, Marrocos, Croácia e Espanha, GOT combina locações espetaculares com cuidados minuciosos de cenários e figurinos. Cada episódio da oitava temporada teve um orçamento de 15 milhões de dólares, fazendo com que seja visualmente impecável. 

A dinâmica dos personagens, das famílias e a forma como cada um é afetado pelo jogo político é a parte mais importante da química, e principal motivo do sucesso da obra. A trama se desenvolve na construção complexa dos personagens que nos permite conhecer a história por meio de vários pontos de vista. Não existe herói ou vilão, existem fraquezas, qualidades, valores e ambições. Para compreender os personagens, não é suficiente conhecer suas ações, é preciso ter acesso às suas motivações. Com tantas reviravoltas e surpresas é impossível saber qual o rumo a história irá tomar.

Muitos acreditam que o sucesso não pode ser explicado sem a internet. A complexidade de seu roteiro e o número de personagens fizeram com que ela se transformasse na série ideal para ser comentada em detalhes nas redes sociais. Com momentos icônicos como Red Wedding, a Batalha dos Bastardos e a “morte” de Jon Snow; o surgimento de memes, paródias, artigos, notícias, especulações e teorias marcou seu lugar na cultura pop.

Este ícone traz consigo um impacto comercial traduzido em altas cifras. Publicidade, promoções e ativações estão por toda parte. Marcas pegaram carona no sucesso de Game of Thrones e deram inicio a uma narrativa com seu público. É o caso da Adidas, por exemplo, que chegou a desenvolver uma linha de tênis inspirada na série.

Com o final da série, a HBO se vê mais órfã que os próprios fãs. Ela faz parte da Warner que foi comprada pela gigantesca AT&T, o que resulta num impacto direto ao modo como a HBO opera hoje. O foco é competir com a Disney, que recentemente fechou um acordo de 71,3 bilhões de dólares para comprar a 21st Century Fox. Nessa disputa pelo entretenimento também entram a Apple, a Amazon e a Netflix.

Como tantas empresas disputando a atenção de quem está assistindo, será possível um canal de TV atingir o patamar de sucesso de Game of Thrones?

A produção da HBO veio numa hora em que todos diziam que a televisão estava morrendo. Seu sucesso mundial provou justamente o contrário. Mesmo com vazamentos de episódios na internet, muita gente assistiu antes da hora. Mas, para a surpresa, o público em geral preferiu esperar para conferir o episódio na TV. Porque é nesse momento que se estabelece o grande debate mundial nas redes. Ninguém quer ficar fora dessa conversa. Isso diz muito sobre GOT e sobre a própria televisão.

Quando o dia 19 de maio chegar, e o episódio final for ao ar, sendo ou não a última grande série da TV tradicional, fato é que há uma tendência de que novas séries atinjam fama global com as plataformas de streaming quebrando as barreiras que limitavam a TV tradicional.

O inverno chegou pelo menos para os fãs de Game of Thrones e só resta uma dúvida: Quem sentará no Iron Throne? Faça sua aposta enquanto você dá aquela espiadinha no Behind de Scenes do primeiro episódio da última temporada.

ps: quem viu o episódio de ontem, Battle of Winterfell? Aqui tem os reviews sempre incrível do NY Times.

by Verônica Mendes