Glossier Review

glossier-in-the-uk.png

Eu adoro descobrir novas marcas de beleza, principalmente aquelas com uma carinha meio indie, homemade e que me conquistam pela embalagem. Com a Glossier, a marca de cosméticos da Emily Weiss que já falei aqui e aqui (girl crush porque ela é uma empreendedora fenomenal), fui totalmente fisgada pelo branding, packaging e frenesi da marca.

 

Comprei alguns produtinhos em Novembro quando fui pra LA, e faz um mês mais ou menos que estou usando todos os dias. Tava dando um tempo antes de escrever o Glossier Review para ser mais justa.

https://www.instagram.com/p/BMZeFSfDhZc/?taken-by=rosazaborowsky

Comprei o Primer Moisturizer, o Balm, o corretivo, um batom e dois serums, o Super Bounce (para hidratação) e o Super Glow (para brilho). Começando pelos serums, que são os produtos que eu mais apostei: eles ficam incríveis quando você coloca, algumas horas depois parece que não tem nada no meu rosto. Vou explicar.

 

Eu queria alguma coisa que fosse realmente “skincare”, de resultado e uso prolongado, que tratasse a minha pele e não tivesse o efeito de uma maquiagem. Um produto que vai saindo ao longo do dia e não muda a minha pele, age mais como uma camada superficial pode ser facilmente substituído por good old makeup.

 

Antes de usar os serums eu fiz uma pesquisa de como tirar o maior proveito deles, como aplicar direito e acho que fiz uma boa lição de casa. Descobri que o ideal é aplicar depois de lavar o rosto com a pela umida, tipo enxugar o rosto enconstando a toalha e não esfregando e não tirar totalmente a água porque isso ajuda na penetração do produto. O certo é usar a ponta dos dedos e ir dando leves tapinhas com eles pelo rosto e não massagear e ainda não economizar na dose.

Escolhi o Super Bounce que tem ácido hialurônico e vitamina B que ajuda a repor a elasticidade da pele hidratando ela de volta.” Good for skin depleted from hangovers, long layovers, blasting a/c, or high high heat” e o Super Glow com vitamina C e magnésio “energizes for days when you didn’t get enough sleep or skin looks sallow" – adoraria que meu problema fosse hangover, mas é mais uma questão de sleep deprived + ficar horas na frente do computador pela madrugada.

 

Eu uso o com ácido hialurônico (super bounce) a noite e o com vitamina C de dia (super glow). Quando uso a noite com hidratante por cima, o primer da Glossier ou o Embryolisse, sinto que a minha pele acorda mais hidratada. Se uso só o serum, não sinto nada de diferente de manhã. E com o super Glow, chega no fim do dia não vejo nada ali mais do que um rosto cansado. Eu queria conseguir aquelas fotos dos rostos quase molhados das garotas da Glossier de tanta hidratação e inner glow sabe?

 

O balm foi o produto que mais curti, de skincare. Ele realmente hidrata pra caramba e uso ele como iluminador pra tentar chegar nesse glow que falei ali. Agora a maquiagem, tirando o batom que eu amei – comprei o Cake, mas já aviso que é batom pra quem não usa batom, não achei nada demais. O corretivo é fraco pra caramba! Queria ter comprado o Boy Brow, um fixer (faz tudo) para sobrancelha mas tinha acabado na época.

 

O curioso é que procurando pelos reviews na internet, todo mundo só fala coisas incriveis. Mas não sei o quanto sites como o Refinery29 e o Birdye podem se comprometer em falar qualquer coisa diferente disso, porque eles co-habitam a mesma rede de neo-empreendedores e content makers poderosos de NY e LA.

 

Hoje, falando com uma amiga querida que mora em NY, falamos sobre isso. Tipo NADA DEMAIS os produtos da Glossier. E fui atrás de mais textos, mais informações verdadeiras. Li dois que me motivaram a escrever esse post e a dar uma segunda chance pra Glossier.

O artigo do The Guardian, foi tipo um alívio. Esclareceu porque eu comprei esses produtinhos e meio que disse pra mim tudo bem garota, você só foi uma brand freak que quis fazer parte da nossa comunity. Pode comprar sem culpa, we are all cool. E esse aqui da Marie Claire que me deu uma dica de usar os dois ao mesmo tempo em pontos específicos do rosto. Vou testar os serums por mais um tempo e volto pra contar.

Agora, se você é como eu e quer testar ou simplesmente ter algum produtinho Glossier só porque eles são lindos e você quer fazer parte da community, eu recomendo investir no balm, no primer, no batom (eles são fraquinhos, é pra quem gosta de make sutil), no boy brow (fixer para sobrancelha) e nos serums, se você tiver uma mente aberta. Acho que nem todos os serums são para o mesmo tipo de pele. Maquiagem acho besteira, deixa para as marcas tradicionais.

Comprando por esse link, você ganha 20% off. Enjoy!

 

BEAUTYby Rosa Zaborowsky