Interview: Ana Julia Bernardes, founder Tom & Tom

ana-julia-tom-e-tom.jpeg
 Stella com o bloomer da Tom & Tom 

Stella com o bloomer da Tom & Tom 

Com uma pegada européia, a Tom & Tom virou meu destino na hora de escolher um look mais arrumadinho para a minha turminha. A primeira marca brasileira onde eu encontrei os bloomers (shortinhos que deixam as pernas dos nossos pequenos mais gostosas ainda) do jeito que eu queria, me apaixonei pelas criações e tem bastante opção para o meninos (mães de menino me entenderão). A Julia, mãe empreendedora que está por trás da marca, virou uma amiga. Daquele tipo de gente que te deixa à vontade mesmo sem te conhecer. Além de se manter fiel ao estilo da marca, ela consegue trabalhar com um preço acessível - que a gente adora. A marca também faz uma linha pra gente, com preço convidativo igual. 

Você nunca tinha trabalhado com moda antes, como foi a ideia de se arriscar e abrir uma marca de roupa infantil?

Eu ja estava ha um tempo buscando um trabalho que  eu poderia conciliar com meus filhos. Um dia passeando por uma dessas feiras infantis, percebi que era um mercado que faltava esse estilo da Tom & Tom.  Foi tudo uma surpresa para mim e para minha família.

 

Você que elabora todos os processos da marca? Criação, desenvolvimento, comunicação e comercial?

Eu faco criação, desenvolvimento e mídia social. A parte de vendas, a Rafa, minha assistente que cuida. Minha paixão e mesmo criar, entro madrugadas a dentro, que e o horário que minha casa esta em silencio. Quando estou para finalizar a coleção, minha sala de casa fica uma bagunca, tecidos para todo lado. E assim fico olhando  dias ate conseguir decidir.  E comprar tecido ja se tornou quase que um vicio, amo entrar nas lojas mais escondidas e descobrir tecidos maravilhosos. As vezes ja entreguei a coleção para minha costureira mas acho um tecido irresistível, quando eu ligo ela já da risada e sabe o que vou contar rsrsrsr...

 

Qual foi a sua maior dificuldade, já que não conhecia nada na área?

Acertar a modelagem.

 

E a maior vantagem?

Sou muito grata as pessoas que me ajudaram no início, sempre fui muito de perguntar e tudo que me falavam eu realmente refletia e testava. Sinto-me uma pessoa de muita sorte, as coisas vao acontecendo e quando vejo tudo esta fluindo da melhor maneira.

 

Qual você acha que é a maior dificuldade para começar a empreender no Brasil?

Acho que o brasileiro e muito desconfiado. Uma marca pequena começando e com bom preco  ja acham que tem algo de errado. 

 

E para equilibrar a Tom & Tom com as crianças e sua vida?

Essa e minha maior dificuldade.  A maior certeza que tenho na vida e que nasci para ser mae. Comecei com a marca pequena e ela foi crescendo que começou a ocupar meu dia inteiro. Quando foi acontecendo fiquei muito feliz pela marcar mas ao mesmo tempo quase parei. Tive a sorte de achar meu braço direito que e a Rafa, que cuida de todas as vendas. Hoje faco um trabalho diário de quando estou com eles eu tento realmente me desligar do trabalho.   

 

A Tom & Tom tem uma carinha super europeia, da onde vem a sua inspiração?

Acho que sao das minhas pesquisas e inspirações, na verdade meu foco e fazer roupa para criança, e na Europa as crianças realmente se vestem assim. Nos que estamos com essa mania de querer adiantar as crianças ate nas roupas.

 

Você é do Sul, sente alguma diferença na maneira que as mães de São Paulo criam as crianças?

Sinto.  As mães estão muito mais presentes  isso pelo estilo de vida. Por exemplo, minha cidade e pequena então mesmo as mães que trabalham conseguem pegar o filho na escola e ir almocar. E acho que aqui por termos muita mao de obra,  nos terceirizamos os cuidados muito mais.

 

O meu maior desafio é entreter as crianças em uma cidade grande. Quais os programas favoritos em família no fim-de-semana?

Entao, somos uma família totalmente caseira. Por estarmos sempre em atividades durante a semana, final de semana em Sao Paulo ficamos grudados em casa. Agora, estamos alugando uma casa no interior e esta sendo o máximo... churrasco, piscina e muitas brincadeiras.

 

Você tem algum ritual quando chega em casa no fim do dia?

O meu ritual e chegar em casa e tomar banho com meus dois filhos, todos os dias fazemos a maior bagunca no chuveiro. Depois jantamos, nao consigo dar comida para eles e nao comer junto rsrsrsr... E depois que eles dormem, vou pensar na minha coleção.

Follow @tometom.brasil

ana-julia-tom-e-tom.jpg

Quem mais você gostaria de ver por aqui, nas entrevistas do Lolla? Deixe nos comentários.