Interview: Jéssica Blanco, Founder Meg & Meg

jessica-blanco-meg-meg.png

Se você é um amante do universo da papelaria, já deve ter cruzado com uma das lindas fotos da Meg & Meg no Instagram. A Meg & Meg produz cadernos, planners anuais, washi tapes, organizadores semanais, blocos com diversas funções, e o produto mais recente: estojos. Tudo dentro do universo da Papelaria Fofa, como a própria dona, Jéssica Blanco, se refere.

Conheci o trabalho da Jessica pelo Instagram e já começamos a trocar figurinha. Em sua primeira visita a Brasília, já fomos almoçar e trocar figurinha. Isso já faz cerca de 1 ano e meio, e permaneço fã como no início.  Admiro muito a garra, foco e organização. 

Fiz algumas perguntas para a Jessica para compartilhar com vocês sobre o seu trabalho e carreira.

Como surgiu seu interesse pelo universo da papelaria?

Ih, difícil explicar, acho que nasceu comigo. Eu sempre gostei muito da época de comprar material escolar, sempre pirei em ir nas papelarias escolher canetas e ficar namorando folha de fichário. Depois de adulta continuei usando muito papel e caneta no trabalho para me organizar, então acho que foi um interesse que nunca sumiu.

meg-meg.png

Eu sei que a sua formação é totalmente fora do que as pessoas imaginam. Design de Games. Como foi sair do universo do design de games para a papelaria super fofa da Meg e Meg?

Pois é, foi um pouco conflitante na minha cabeça tomar a decisão de construir uma marca de papelaria porque teoricamente eu estaria abandonando tudo que aprendi no curso de Games. Mas hoje percebo que não é bem assim, continuo usando muito dos conceitos que vi na faculdade ainda hoje.

É engraçado que mesmo cursando Design de Games os meus trabalhos da faculdade sempre tinham a minha cara: tiro ao alvo no mundo dos doces, desenho de uma fábrica de brinquedos, ilustração de lanchonete candy colors. Acho que a essência dessa vontade de criar coisas fofas sempre esteve ali e com a Meg & Meg eu consegui colocar em prática.

Como é seu processo criativo?

Eu sempre observo outros designers, ilustradores e marcas que gosto para ver o que eles estão usando e curtindo. Isso me faz ter uma peneira das tendências que eu gosto/usaria e das que eu não gosto. Com isso eu normalmente salvo inspirações e crio um moodboard para os próximos produtos. 

Depois vem uma parte mais burocrática de orçamentos e viabilidade de projeto, onde eu decido quais serão as características de cada item. Junto dessa etapa eu defino cores principais da coleção e começo os esboços de cada estampa e vou refinando até cada um ficar único e lindo <3

Também sempre olho todos os produtos juntos antes de irem para produção para ter certeza que eles conversam entre si.

 

meg-meg.png

O que mais a inspira em suas criações? 

 Bri Emery, do Design Love Fest

Bri Emery, do Design Love Fest

Uma boa parte da inspiração vem de observar as necessidades da rotina e pensar "Como eu poderia deixar isso mais prático e bonito?". Eu gosto de coisas simples e que ajudam no dia a dia. Depois na parte estética eu observo ilustradores, revistas, capas de livro e a vida no geral. Eu também amo ficar um tempão no Pinterest e Instagram salvando coisas lindas que a internet oferece :)

Tem algum artista como referência?

Artistas que eu amo: Ashley Goldberg, Emily Ley, Bri do Design Love Fest e Oh Joy.

Quais técnicas você utiliza em seu trabalho?

A criação das peças da Meg & Meg é basicamente vetorial. Eu uso primeiro papel e caneta para um esboço primário. Nessa etapa algumas vezes eu acabo digitalizando um desenho ou estampa que fiz no papel. Depois, no Photoshop vou jogando ideias e testando cores e padrões. Quando gosto de um resultado faço a versão final no Illustrator. 

Sempre penso em como otimizar a burocracia para sobrar mais tempo para a parte criativa e legal.

Qual a maior dificuldade que você enfrenta no dia-a-dia?

Acho que a maior dificuldade é conseguir lidar com todas as coisas da administração de uma empresa: fluxo de caixa, impostos... Conforme a empresa cresce o número de coisas complexas e desconhecidas surge exponencialmente. Aí você precisa sempre tentar estudar e se preparar para fazer o que for preciso da melhor maneira. Sempre penso em como otimizar a burocracia para sobrar mais tempo para a parte criativa e legal.

meg-meg.png

Tem algum truque para se manter produtiva?

Sempre fazer uma lista de tarefas e criar objetivos para a semana. Me organizo muito por blocos de "Semanas" e sei que conseguimos realizar várias coisas num período de 7 dias.

Além disso: olhar para o celular poucas vezes ao longo do dia.

Você foi total self-made no seu negócio e no crescimento dele nas mídias sociais. Tem alguma dica?

No geral, acho que uma empresa tem que transmitir a essência de quem está por trás. Então eu tento sempre mostrar o que está acontecendo lá na Meg & Meg, um pouco do processo criativo, um pouco de vida real, além de ser uma fonte de inspiração para quem busca organização. Mostrar que somos pessoas reais do outro lado é algo que ajuda muito a criar uma conexão com quem consome os produtos.

Qual o produto você morre de vontade de colocar na Meg e Meg mas ainda não teve a oportunidade?

Canetas super personalizadas com estampas da Meg & Meg. Mas estou trabalhando para conseguir isso até o começo do ano que vem no máximo. :D


Quem mais vocês querem ver nas entrevistas do Lolla? Deixe nos comentários

 

LATEST POSTS

interviewsMaria Ruth Jobim