Morning routine by Roberta Drable, our lifestyle writer

morning-routine-linen-beds-lolla.jpg

Nesse mundo faz de tudo ao mesmo tempo agora, nem sempre a motivação acompanha a nossa rotina e as nossas tarefas. Mas não entre em pânico, isso acontece nas melhores famílias.

Confesso que tem dias que a minha vontade é a de não ligar meu computador e colocar o celular no modo avião. Fui. 

Mas logo vem aquele lado bonzinho do nosso ser e fala: “Beta, você tem coisas a fazer”. Tenho e sim, muitas delas eu não consigo delegar. Bem-vinda à vida adulta!

E como “ligar” esse botão tão eficiente chamado motivação? Uma vez eu li que a motivação não nos acompanha tão facilmente; na verdade, pelo rumo das coisas, a tendência é não ter motivação. 

Nessas horas eu preciso me agarrar em alguma coisa. Não tem jeito. Geralmente, em algum momento do dia, eu leio sobre alguém muito incrível (como todos nós, ok?) que deu a volta por cima e fez algo brilhante. Essas histórias me motivam. Sabe o filme “A Procura da Felicidade?”, pois é, eu tento sempre lembrar desse cara e o quanto ele persistiu. 

Claro, que tem fases das nossas vidas que as coisas não saem exatamente como imaginamos em nosso “script”. Antes, eu me desesperava, “arrancava os cabelos”(exagero de uma canceriana) e pensava que tudo iria por água abaixo. Tk God, depois dos 35 anos, a minha percepção deu uma boa melhorada.

Hoje eu sei que eu não acordarei com uma vontade louca de calçar meus tênis e correr 10 km no parque ou, ainda, tomar suco verde no café da manhã (apenas exemplo natureba, porque eu não tomo), não me sentirei culpada. Por outro lado, não posso deixar a preguiça me dominar. Então, nesses momentos, uma pequena atividade que seja (pode ser arrumar a cama), já irá me deixar mais para cima e, em seguida, “pegar a minha mão” para começar o dia.

O importante é encontrar algo prazeroso antes de começar a rotina do dia. A bola da vez é o livro “O Milagre da Manhã”, em que o autor propõe uma série de exercícios matinais para aumentar a energia e a motivação na parte da manhã.

Eu ainda não li, mas o meu “Milagre da Manhã” é acordar, pegar a minha xícara de café e, geralmente, ficar em silêncio por uns minutos aproveitando aquele momento mágico. Esse tempinho já me ajuda a clarear as ideias e me equilibrar para um novo dia. Em seguida, tomo um banho sem me apressar (lembrando que eu já comecei o meu dia arrumando a cama) e daí parto para as minhas atividades.

É muito legal estabelecer um momento só seu ao acordar, nem que seja para respirar durante 5 minutos. E se um dia você quiser fazer uso do tão famoso “mais 30 minutinhos” e desde que a sua agenda permita, vai com tudo. Certamente, esse tempinho a mais irá renovar as suas energias.

Crie o seu milagre. Aproveite o seu tempo e não se sinta a pior das piores se o seu coleguinha de trabalho já correu 20 km ou subiu a Vista Chinesa (ponto turístico aqui no Rio) pedalando. O importante é você estar bem.

Caso nada disso ainda faça sentido, como eu mencionei no início, sempre tem alguém em quem podemos nos inspirar. 

Me conta o seu milagre da manhã?

SEE MORE WELLNESS POSTS