Office decor de um e-commerce de moda

fi_the_intern.jpg

O decor de um e-commerce de moda, o QG do The Intern - filme com a Anne Hathaway sobre uma fashion startup, a About The Fit, não pode ser mais incrível. Toda a decoração do set - do escritório e da casa da Jules (personagem da Anne) que também é top   - foi feita em parceira com o One Kings Lane e com o Gilt Group - dois e-commerces comandados por CEO's e founders mulheres, que também serviram de inspiração para contar a história do The Intern.

Decor de um e-commerce de moda

A Anne se inspirou em várias mulheres que comandam e-commerces de lifestyle, na Sophia Amoruso do Nasty Gal, na Lauren Santo Domingo do Moda Operandi e na Taylor Tomasi Hill, ex Moda Operandi e founder da TTH Blooms, uma start up de arranjos de flores em NY. Mas eu achei bem estranho ela nem mencionar a Natalie Massenet, founder do Net-A-Porter que é a minha primeira referência como mulher a frente de um e-commerce de moda e acho que de todo mundo!

Fora que em uma conversa da Jules com o Ben Whittaker (Robert De Niro), ele pergunta o que a inspirou pra montar o e-commerce e ela responde algo tipo "eu vi o poder de compra que uma mulher tinha depois de colocar seus filhos pra dormir e sentar no computador com uma taça de vinho" - roubou essa frase da Natalie Massenet, literalmente. Em uma das primeira entrevistas que li sobre ela, há tipo 10 anos, nunca esqueci dessa frase. Ela percebeu uma oportunidade que veio de uma necessidade dela de fazer compras online - depois de colocar as crianças pra dormir e abrir um vinho - e não ter onde.

E o set do The Intern é very Net-A-Porter. Eu comecei minha carreira trabalhando em fashion startups de moda. Primeiro no e-closet e depois na Dafiti, dois e-commerces de moda com propostas bem diferentes e ambientes idem, e ambos nada a ver com o About The Fit. I wish!

Decor de um e-commerce de moda

O e-closet tinha uma estrutura super enxuta e não tinha um fundo de investimento por trás pra bancar um escritório mara mais investimento no business. A Dafiti é comandada por 4 homens, super focados em resultado com background de banco de investimento, consultoria e até negócios parecidos com o negócio da Dafiti e tem vários fundos que fazem investimentos milionários, mas ninguem parecia se importar muito com o decor do escritório =/

Eles fizeram algumas melhorias mas nada grandioso, e o posicionamento também é totalmente diferente do Net-A-Porter e do About The Fit se ele existisse de verdade, a Dafiti é super comercial e não trabalha com marcas high end.

A Dafiti ocupa vários andares de um prédio em São Paulo, o escritorio do ATF é em um galpão, então tem uma circulação bem maior, áreas enormes e pé direito infinito tipo o Net-A-Porter. Na Dafiti tudo era separado por áreas, então você não via araras de roupas incríveis circulando por aí. Eu era Editoria Chefe da Revista da Dafiti, então circulava bastante pela parte mais legal de uma startup de moda, pelas roupas. Mas no fim do dia minha preocupação era sempre performance e resultado, zero glamour de uma editoria de uma revista de moda, como a Porter.

Decor de um e-commerce de moda

Uma startup de moda com tecnologia meio que exige isso, ela pede um escritório incrível, não acham? E acho que as marcas de decor brasileiras mais comerciais, tipo Oppa e Tok & Stok estão super acompanhando as novas tendências de design pelo mundo e melhorando muito o produto que oferecem, finalmente. Ainda sou órfã de Ikea, ninguém consegue replicar um design scandinavo baratinho como eles, mas quem sabe a gente chega lá?

Decor de um e-commerce de moda

1.Luminária de alumínio do Shopping das Luminárias 2. Porta velas de prata pra usar como porta lápis da Theodora Home 3. Bandeja branca da Tok & Stok 4. Cesto de palha da Etna 5. Vaso de cerâmica preto Mobly 6. Pink Peonies 7. Mint Julep Cup dourado da Amazon 8. Cadeira Ghost da E-Cadeiras 9. Mesa de madeira branca do Meu Móvel de Madeira

LIVINGRosa Zaborowsky