Online Shopping Problems

56775ab81f404d5da25313bd8a61c645.jpg

online shopping

To atrás de uma botinha de zebra faz tempo. Imaginava um modelo na minha cabeça que não existe, que nenhum designer de sapato que eu conheça tenha feito (queria muito que existisse uma loja onde você detalha o que quer, leva referências e alguém que entende daquilo faz pra você, economizaria muito o meu tempo). E eu achei uma que é quase tudo isso - falei dela nesse post -  de uma marquinha de sapato que é minha nova brand crush e com preço bom, bom mesmo - e que fique assim ta? Não seja como as outras marcas que fidelizam suas clientes e para crescer diminuem a qualidade e aumentam os preços. A marca é a Manolita, com loja nos Jardins em São Paulo e que vende na Farfetch.

new_boot

Foi a umas das compras mais rápidas da minha vida, em uma quinta-feira 9pm depois de colocar o Benjamin pra dormir com um olho no jornal e outro no Instagram - vi a botinha no Instagram da Manolita, entrei na Farfetch onde fica a loja online da marca e em 3 minutos a botinha era minha. A Natalie Massenet, founder do Net-A-Porter fala que essa foi a maior inspiração pra ela criar o Net-A-Porter, e eu já falei disso nesse post aqui. Ela percebeu que boa parte das mulheres depois de colocar seus filhos pra dormir, sentava com o computador no colo procurando referências, inspirações e coisas legais pra comprar. Eu fui total o estereótipo do target que ela imaginou quando criou o e-commerce mais incrível de moda do mundo.

Mas sobre a bota de zebra... já faz um semana que eu comprei. O prazo de entrega da Farfetch é um dos mais longos dos e-commerces de moda. De 7 a 15 dias para as entregas nacionais, way to much pra quando você faz uma comprinha fashionista ainda mais assim, meio que por impulso meio que pela descoberta. E o que me deixou mais frustrada foi que eu acabei indo na loja física da Manolita (culpa de uma mule muse que ainda vai ser minha) e conversando com as vendedoras descobri que a minha botinha estava lá! O estoque é o mesmo, mas elas não podiam me entregar de jeito nenhum, eu tinha que esperar pela entrega da Farfetch. Eu vi a bota, experimentei e não podia levar pra casa um produto que é meu, que eu já tinha pagado por ele por causa do processo. Deixei minha botinha lá e essa sensação é muito estranha.

Tem que existir uma solução mais inteligente, menos burocrática e frustrante para a cliente. Experiência de compra omnichannel é isso. Eu comprei na loja da Manolita dentro da Farfetch, que foi só um intermediador. Porque a própria Manolita não pode me entregar o que é meu? Porque eu não posso ter isso como escolha? Pra quem trabalha com e-commerce e é apaixonada pela praticidade do mundo digital é difícil digerir esses processos. Mas pelos mesmos motivos eu sei como é difícil personalizar uma operação tão grande que lida com todo tipo de fornecedor e de pessoas e marcas, algumas mais comprometidas e organizada e outras não.

online shopping

Mas acredito que uma solução ideal e simples seria deixar o cliente escolher se ele quer receber em casa ou quer buscar na loja física. A Farfetch ganha, porque não tem custo de logística, a marca ganha porque é uma maneira do cliente ir até a loja, ter outra experiência com a marca e quem sabe aumentar o ticket médio da compra e o cliente ganha porque não precisa deixar sua botinha órfã a espera do resgate do motoboy da Farfetch.

Alguém já teve uma história como essa pra contar?

STYLERosa Zaborowsky