Síndrome do Impostor: Se até a Michelle Obama tem, vamos olhar para a nossa síndrome com outros olhos

michelle-obama-lolla-sindrome-do-impostor.png

Michelle Obama está fazendo seu book tour para o lançamento do memoir, Becoming. Em Londres esta semana, em um talk com a Chimamanda Ngozi Adichie (autora de Americanah, nossa primeira escolha para o Book Club do Lolla - acompanhe a #ClubedoLivroLollaeSofia) ela se abriu e falou sobre suas vulnerabilidades, e que ela também sofre de síndrome do impostor. How come?

Perguntada como ela se sente sendo um “símbolo da esperança” Michelle Obama respondeu às estudantes do colégio de Londres onde estava sendo o evento: “Eu ainda tenho um pouco de síndrome do impostor, isso nunca vai embora, de que vocês estão realmente me ouvindo. Não vai embora, aquele sentimento de que vocês não deveriam me levar a sério, sabe? Eu divido isso com vocês porque todas nós temos questões sobre as nossas habilidades, sobre poder e o que o poder representa. Se eu estou dando esperança para as pessoas, eu tenho responsabilidade sobre isso, então eu tenho que ter certeza que estou me fazendo valer”.

Maria Ruth, Career Editor do lolla já falou sobre a síndrome do impostor neste texto e nossa Editor-in-Chief, Rosa Zaborowsky, escreveu este sobre autossabotagem, uma defesa originada pela síndrome.

Você também sofre de síndrome do impostor? Conte nos comentários, vamos debater esse tópico.

OUTRAS MATÉRIAS INSPIRADORAS